(Continuação) 

Depois da tempestade, chegou a calma.Estava a olhar, desolada, para os restos da sua casa que tinha ido abaixo com o furac„o E o que é que foi feito da nossa menina esquilo, entretanto? Naquele momento ela estava, precisamente, a olhar, desolada, para os restos da sua casa, que tinha ido toda abaixo, destruída pelo furacão.
-Ai de mim! - gemeu a Esquilinha -Agora sou pobre.
E foi a casa do Ratinho pedir ajuda.
-O que é que queres aqui? -disse-lhe o Ratinho -Tu desprezaste-me; agora sou eu que não quero saber de ti.
Muito triste, a Esquila foi à procura da Coelhinha Branca.Ai de mim... agora sou pobre! - chorava a Esquilinha
-Esta manhã -disse-lhe a Coelhinha Branca -tu mostraste-te orgulhosa comigo e com os outros animaizinhos, todos teus vizinhos da floresta e, agora, recebeste o castigo!
A esquilinha começou a chorar.
-Eu fui má com todos vocês e, agora desprezam-me, e têm razão. Ai, que arrependida que eu estou!
- O que é que tens, esquilinha? -perguntou a Galinha, aparecendo naquele momento. -Anda lá, vem comigo à minha casa. Fizeram uma grande festa
A Esquilazinha entrou na casa e viu que todos os animaizinhos estavam reunidos. Depois de ouvirem as desculpas da menina Esquilo, todos a perdoaram e prometeram ajudar a construir uma nova casa para ela.
E todos, muito contentes, celebraram com um grande banquete, para selar a nova amizade.

 
Linha Disney

(O orgulho desmedido e a vaidade exagerada são defeitos muito grandes)

| VOLTAR |